Bolsa abre em queda com possível liberação do vídeo de reunião ministerial

Reunião onde Moro acusou Bolsonaro de ter admitido querer interferir na PF (Polícia Federal) pode ser liberado hoje na íntegra.

Celso de Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal, tem até hoje às 17 horas para decidir se libera o vídeo da reunião ministerial. Sergio Moro, ex-ministro da Segurança, fez graves acusações contra o presidente da República, alegando que o mesmo queria interferir em assuntos sigilosos e investigações que envolvem seus filhos.

Com toda essa tensão política o mercado financeiro, mesmo aparentando estar precificado, ainda sofre com variações. O Ibovespa pode ser visto hoje às 10:21 da manhã com queda de 0,42% e caso a liberação do vídeo se confirme hoje e o teor do vídeo seja confirmado, é provável que enfrentaremos quedas significativas nas ações negociadas em solo nacional.


Pandemia do coronavírus

Além de todos os problemas poplíticos enfrentados recentemente, o Brasil passa pela crise sanitária do coronavírus de forma nada efetiva. O país já é um dos com maior número de mortes no mundo e as tensões entre o presidente da República e os governadores dos estados só aumentam. As opiniões divergentes sobre o isolamento social, sobre a cloroquina e outros assuntos que envolvem o covid-19 só fazem com que tudo se torne mais difícil. Os investimentos na bolsa de valores nacional deve ser realizado com maior atenção nesses tempos de pandemia, e visando sempre o longo prazo para que não haja surpresas desagradáveis.

Sobre o Autor:
SEU_NOME Jovem escritor, apaixonado por leitura. "Se um assunto é de meu interesse, pode apostar que vou até o fim para descobrir mais sobre ele." Prazer, Wesder Siqueira.