Crise ética do Coronavírus: EUA estaria desviando equipamentos destinados ao Brasil

Além das acusações vindas das autoridades alemãs sobre o desvio de 200 mil máscaras outros artifícios estariam sendo usados para desviar máscaras da França e Brasil.

As máscara teriam sido confiscadas na Tailândia, em Bangcoc, segundo autoridades da Alemanha. Outros casos com máscaras inicialmente destinadas ao Brasil teriam ocorrido, associados com a empresa 3M, o governo norte-americano teriam recorrido a uma lei da época da Guerra da Coréia para exigir que as empresas americanas forneçam mais máscaras para demanda interna. A 3M recebeu uma ordem para parar de exportar máscaras N95 fabricadas nos EUA


Na sexta-feira, Trump disse que havia recorrido à regra para fazer com que empresas norte-americanas garantissem mais produtos médicos para a demanda interna dos EUA.

"Precisamos destes itens imediatamente para uso doméstico. Precisamos tê-los", disse Trump em sua conversa diária sobre o coronavírus com a imprensa na Casa Branca.

"EXEMPLO DE MÁSCARAS 3M MODELO."

Trump assumiu que EUA estão estocando 930 mil em equipamento de proteção individual para combate ao coronavírus sendo 200 mil máscaras modelo N95, 130 mil máscaras cirúrgicas e 600 mil luvas, no entanto, o presidente norte-americano não disse em quais países ou estados estão esses equipamentos.