Estado de São Paulo tem 4.466 casos de coronavírus confirmados

São 41 óbitos a mais que o registrado no boletim divulgado na sexta-feira (3). A alta no número de mortes foi de 18% nas últimas 24 horas. 

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, das 260 vítimas do coronavírus no estado, 144 são homens e 116 mulheres. Do total, 223 tinham idade igual ou superior 60 anos e as demais incluem pessoas com menos de 60, mas com alguma comorbidade.

Os casos confirmados da doença no estado chegaram a 4.466 pessoas infectadas, 418 a mais que o registrado na sexta-feira (3), quando os infectados chegavam a 4.048 pessoas. Alta de 10% em relação ao dia anterior.

De acordo com o coordenador, o estado tem até o momento dez instituições públicas participando ativamente das análises dos exames. Ele destacou ainda que mais dez laboratórios privados foram credenciados para realizar os testes e aguardam liberação.

A atuação será por meio dos seguintes eixos:

  • Mutirão para diagnosticar as amostras: "Amostras serão rapidamente analisadas e os casos lançados no sistema. Fluxo que inclua participação dos municípios, através das regionais e dos HCs do interior";
  • Zerar a fila de testes "o mais rápido possível" - sem prazo específico;
  • Definir a estratégia de aquisição: segundo o coordenador, existe uma falta de reagentes no mercado internacional. As secretarias de saúde têm compras em andamento, mas as companhias não conseguem entregar;
  • Adquirir 1,3 milhão de testes da Coreia que chegarão no final da primeira quinzena de abril;
  • Avaliar a qualidade dos testes rápidos: muitos não têm sensibilidade suficiente para ajudar;
  • Organizar as pesquisas em relação ao vírus: "Existem muitas iniciativas descoordenadas, precisamos reunir isso em uma única base de dados e usar o recurso para isso";
  • Credenciamento dos laboratórios: "Existe uma certa demora e vamos resolver isso";
  • Definir em termos de prioridades de análises: segundo o coordenador, pacientes graves, internados, e profissionais de saúde para abreviar tempo de afastamento, são testes prioritários.