Hemocentros agora podem aceitar doações de sangue de homossexuais

Mesmo com demanda, homens homossexuais e bissexuais eram impedidos de realizar a doação de sangue.

Com uma decisão histórica, STF considerou inconstitucional a restrição de doação de sangue por homens homossexuais e bissexuais. A restrição estimulava mentiras para que a doação fosse realizada, no entanto, muitos não aceitavam mentir e como consequência eram impedidos de doar.

Edson Fachin, ministro do STF, ressaltou fatores constitucionais como Dignidade Humana "[...] pessoas são iguais em seus direitos para estabelecer os seus projetos de vida, proibindo que sejam impostas certas condutas que limitam algumas liberdade"

Para que as doações comecem a ser aceitas, os hemocentros precisam receber orientações do Ministério da Saúde e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Devido à pandemia por coronavírus, o Brasil tem seus estoques baixos de sangue. A decisão chegou em um momento em que a demanda é alta, principalmente por doadores de sangues mais raros.

Sobre o Autor:
SEU_NOME Jovem escritor, apaixonado por leitura. "Se um assunto é de meu interesse, pode apostar que vou até o fim para descobrir mais sobre ele." Prazer, Wesder Siqueira.