Ibovespa fecha com queda de 1% após liberação de vídeo de reunião ministerial

22/05/2020

A expectativa estava grande pelo vídeo que pode provar que Bolsonaro estava tentando interferir politicamente em assuntos da Polícia Federal, e hoje (22/05/2020) a liberação finalmente aconteceu.

Hoje o principal índice da bolsa iniciou o dia em queda devido a tensão envolta da liberação do vídeo da reunião ministerial, cujo teor, segundo o ex-ministro Sérgio Moro, que pediu demissão após Bolsonaro exonerar o então diretor-geral da Polícia Federal Maurício Valeixo, era interferir nos assuntos da Polícia Federal. Celso de Melo acabou autorizando a liberação do vídeo na íntegra com exceção de partes que falavam sobre outros países. Confira um trecho da decisão:

"Determino, finalmente, às ilustres autoridades policiais federais a entrega imediata aos Senhores Advogados de Sérgio Fernando Moro, bem assim aos eminentes Senhores Procurador-Geral da República e Advogado-Geral da União, de cópias da gravação da reunião ministerial de 22/04/2020 e, também, de sua respectiva degravação, ambas objeto do Laudo nº 1.242/2020-INC/DITEC/PF, observadas, porém, as exclusões por mim indicadas - já efetuadas e constantes do Laudo em questão - no despacho que exarei, em 20/05/2020, dirigido à Polícia Federal, mediante o Ofício nº 02/2020-GMCM."

O vídeo e a bolsa de valores

A análise do vídeo e o desenrolar de toda essa história pode ter impactos significativos na bolsa  posteriormente. A bolsa de valores brasileira que estava começando a tomar fôlego e até mesmo se livrando da superstição de que o mês de maio é sempre um mês negativo para os investimentos, pode sim finalizar negativa após o fim dessa história.


Sobre o Autor:
SEU_NOME Jovem escritor, apaixonado por leitura. "Se um assunto é de meu interesse, pode apostar que vou até o fim para descobrir mais sobre ele." Prazer, Wesder Siqueira.