Regina Duarte sai da secretaria de Cultura

Através do Twitter, o presidente Jair Bolsonaro divulgou que Regina Duarte deixou a secretaria de Cultura de seu governo.

Com várias movimentações recentes dos integrantes do governo, como a demissão de Mandetta, a saída polêmica de Moro, e o pedido de demissão de Teich, a secretaria de Cultura também sofre mais movimentações hoje 20/05/2020, sendo a quarta mudança na liderança da secretaria especial de Cultura.

Regina Duarte, que assumiu o cargo de secretária de Cultura com o intuito de "pacificar" a relação com o setor, esteve no Palácio da Alvorada hoje com o presidente Jair Bolsonaro, sem dar entrevista na saída, mais tarde uma divulgação no Twitter feita pelo presidente confirmou o teor da conversa. Abaixo você pode conferir a divulgação na íntegra.

Indícios de sua saída

Regina Duarte havia exonerado Dante Mantovani da presidência da Funart, que ficou conhecido pela polêmica declaração em seu canal do Youtube que associava o rock ao satanismo.

"O rock ativa a droga, que ativa o sexo, que ativa a indústria do aborto. A indústria do aborto por sua vez alimenta uma coisa muito mais pesada que é o satanismo. O próprio John Lennon disse que fez um pacto com o diabo", disse Mantovani. 

 Porém o mesmo foi chamado novamente para assumir a presidência da Funart e Regina declarou não estar ciente dessa decisão e, logo após, a acabou exonerado poucas horas depois. Montovani claramente não gostava da gestão de regina e chegou a dizer em entrevista para a Veja que Regina era "totalmente despreparada".

Sobre o Autor:
SEU_NOME Jovem escritor, apaixonado por leitura. "Se um assunto é de meu interesse, pode apostar que vou até o fim para descobrir mais sobre ele." Prazer, Wesder Siqueira.